fernanda-da-mindaOlá! Para quem ainda não me conhece, sou a Fernanda Neves, estudante de Comunicação por lazer e doceira por prazer! Moro em Niterói, no RJ, tenho 33 anos, amo doces (claro que por conta disso vivo de dieta), sou impaciente, ansiosa, canceriana – não que isso importe... Ou será que importa? Sou do tipo que quando assiste ao filme Chocolate (aquele com a Juliette Binoche e o Johnny Depp, lááá do ano 2000) pensa mais em como seria ter uma loja de chocolates tão encantadora como aquela do que em como seria ter o Johnny Depp... E olha que eu gosto bastante dele!

Cozinhar para mim é um hobby, mas sabe aquele papo de “tomei gosto pela cozinha vendo a minha vó cozinhar”? Então, comigo não rolou, infelizmente. Minhas avós eram do tipo donas de casa que só faziam o básico. Tudo bem que esse básico era delicioso e inesquecível, como o frango com alfavaca da minha avó materna e a carne assada da avó paterna. Ah, essa avó também fazia um manjar de coco que era o típico “manjar dos deuses”, pois NINGUÉM conseguia aquela textura que só o manjar dela tinha. Era sobremesa certa em qualquer comemoração familiar. Mas, como já disse, elas não eram doceiras, estavam mais para formigas, pois eram bem chegadas num doce! Minha mãe sempre gostou de fazer receitas, mas fazia mais pães do que doces. Até hoje ela é mais chegada em fazer pizzas e outras massas. Mas por ela gostar de cozinhar, ficava assistindo aos programas de culinária e foi aí que tudo meio que começou para mim. Ela assistia ao Note e Anote, um programa que era exibido pela Rede Record e era apresentado pela Ana Maria Braga. Num belo dia, estava eu entediada assistindo, pois o programa durava a tarde toda, quando veio um culinarista ensinar a fazer uma torta de limão. Comecei a me interessar pela forma como ele passava a receita bem explicada e como ele tinha didática para ensinar tudo. Seu nome é Álvaro Rodrigues, e é o chef por quem eu tenho devoção! A torta de limão? Bem, essa torta é a melhor sobremesa que um domingo pode ter. Deliciosa, refrescante, cremosa... Você come e ela faz “floft” na boca... hummm...

Bem, a ideia principal deste espaço é trocar conhecimento. O pouco que eu sei com o pouco que várias pessoas sabem, se unidos e/ou trocados viram um “muitão” compartilhado! Além disso, este espaço também servirá de vitrine para os meus produtos, aqueles que faço por encomenda. Pena que essas encomendas só poderão ser feitas por quem reside em Niterói ou próximo daqui, mas mesmo assim eu não pretendo ficar com dó de quem mora longe e não faltarão imagens de dar água na boca!

 

cupcakes