O doce, e irritantemente perfeito, Crème Brûlée...

Crème Brûlée é uma sobremesa tipicamente francesa, daquela que quando alguém fala e ainda não provamos, pensamos: “Eu sempre ouço falar nesse doce e sempre quis saber o que é...”. Mas a correria do dia a dia não nos permite parar e dedicar um tempo à procura da receita. Então, seguimos ignorantes até o dia em que frequentamos um restaurante caro onde ele é servido. Sim, porque não pensem vocês que vão encontrar Crème Brûlée na cantina da faculdade ou no restaurante do Seu Antônio, onde almoçam todo dia. A outra forma de experimentá-lo é botar a mão na massa, ou seja, você mesmo caçar a receita e prepará-la. Devo dizer que foi o meu caso, porque restaurante caro... Deixa pra lá...

Apesar de ser uma receita bem simples, o doce não é assim fácil de se encontrar, digamos que ele seja um pouco tímido e só apareça em lugares mais discretos, rsrs.

creme brulee

Mas para você que acha que nunca ouviu falar na iguaria, puxe pela memória, veja se lááá no fundo da cachola não tem uma cena do filme “O casamento do meu melhor amigo”, aquele em que a personagem da Julia Roberts tenta roubar o noivo, seu melhor amigo, da noiva fofa, interpretada pela até então pouco conhecida, Cameron Diaz, e nesse filme tem um momento que a Julia, na tentativa de fazer a doce Kimberly (Cameron) “entender” que o noivo não a queria, diz que ele pode ter pedido o “doce e irritantemente perfeito crème brûlée, mas de repente descobriu que queria “gelatina”, rsrs, e é claro que a “gelatina” seria a Julianne (Julia Roberts). Caso ainda não estejam lembrando, segue o trecho do filme, sendo que essa parte começa a partir de 1’20’’.

{youtube}TBdcPsvvfKQ{/youtube}

A receita que eu testei é do chef Diego Lozano e leva creme de leite fresco ou pasteurizado, que não é o de caixinha (na verdade também tem versões em caixinha, mas não aquela miúda de 200g), nem de latinha, é aquele que fica na seção dos laticínios, lá nas prateleiras refrigeradas. Além do creme de leite, vai fava de baunilha, que é uma coisa linda de se ver, linda e cara pra caramba, açúcar refinado e gemas. Vamos à receita!

Ingredientes:

  • 400g de creme de leite fresco
  • 110g de gemas (1 ovo do tipo grande costuma ter uma gema de 20g)
  • 90g de açúcar
  • 1 fava de baunilha
  • Mais açúcar refinado para polvilhar no final (depois de cozido)

Com uma colher misture os ingredientes, adicionando-os na ordem em que estão listados. Atenção para a fava de baunilha, que você vai cortar ao meio no sentido do comprimento e então, com as costas da faca você vai raspar a parte interna da fava que é a baunilha em si. São micro bolinhas, lindas e perfumadas que você vai despejar no creme e misturar.

Dica: a casca, ou seja, a fava seca e já sem as sementes você pode colocar num vidro com açúcar de confeiteiro (aquele açúcar fininho, vendido em pacotes de 500g) e deixar lá por pelo menos 1 mês para então obter o famoso “açúcar de baunilha” que várias receitas pedem!

fava de baunilha

 

creme brulee ingredientes

Coloque o creme em potinhos de cerâmica ou vidro que possam ir ao forno, coloque num tabuleiro, encha-o com água já morna (faça esse procedimento quando o tabuleiro já estiver apoiado na grade do forno, para a água não entornar no trajeto) e deixe por aproximadamente 1h na temperatura mais baixa do seu forno, que deve ser 150º. O Diego Lozano colocou a 100º mas ele tem forno profissional e eu fiz no meu convencional, do fogão de 4 bocas e ficou perfeito!

creme brulee potinhos

Retire do forno e deixe esfriar em temperatura ambiente para então fazer o grand finale! Espalhe açúcar refinado por cima de cada potinho, pegue o maçarico, caso você tenha um é claro (custa em média R$30 e eu acho que é uma ótima aquisição para quem gosta de cozinhar), acenda e comece a derreter o açúcar, para fazer o brûlée, que significa “queimado”. Outra opção para quem não tem o maçarico é fazer com uma colher quente. Dá mais trabalho, com certeza, mas se o lance é matar o desejo de experimentar essa tal sobremesa, não tem jeito, bora esquentar as costas de uma colher velha! Sim, velha porque não é só o creme que vai ficar brûlée, rsrs. É assim, esquente a colher direto no fogo e então a esfregue no açúcar que já está espalhado sobre o doce. Ah, é importante lavar a colher a cada vez que ela esfriar e tiver que ir pro fogo de novo, do contrário vai ficar mais queimada do que queremos e vai passar um sabor amargo para a sobremesa.

E aqui, só porque eu sou bem ruim e quero que todos sintam vontade de fazer o doce, mostro o "crec" da casquinha sendo quebrada:

Fernanda Neves

Fernanda das Neves, carioca, doceira e desde pequena completamente apaixonada por cozinhar!

E-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.